Histórico

Histórico – Corrida da Liberdade

A 13 de janeiro de 1990 foram realizadas as primeiras eleições, livres e pluripartidárias em Cabo Verde, tornando – se assim, uma data marcante para a nação cabo-verdiana e sua política.

Sendo um dever de todos preservar a liberdade conquistada e desenvolver a democracia a Cidade da Praia, enquanto capital e maior centro populacional do país, e consequentemente o maior palco desportivo de Cabo Verde, escolheu oferecer a todos os seus residentes um evento que convida todos a sair às ruas e comemorar este marco histórico da politica cabo-verdiana.

Com efeito, nasceu a Corrida da Liberdade onde todos podem participar, independentemente das suas crenças religiosas ou políticas, sexo, idade ou raça, ou pelo simples prazer do convívio, da saudação, dos benefícios da prática desportiva, pela manifestação de uma causa ou pela pura competição.

Lançada em Janeiro de 2009, a Corrida da Liberdade é hoje um evento desportivo de enorme prestígio, anualmente realizada no dia 13 de Janeiro, em homenagem a todos que contribuíram para que Cabo Verde viva num regime de Liberdade e Democracia.

O Evento tem uma parte competitiva que se destina a atletas federados e outros que queiram se aventurar na prova de 15 km, que será dividida em escalões de veteranos (mais de 40 anos), seniores (mais de 18 e menos de 40 anos) e jovens (entre os 15 e os 18 anos). Os atletas paralímpicos têm também uma prova competitiva com aproximadamente 1 km.

Em cada edição, milhares de pessoas têm aderido ao evento, entre cidadãos anónimos, figuras públicas, personalidades de diversas áreas, participando de forma coletiva, institucional ou individual, o que tem permitido a participação dos melhores atletas do país e de grandes figuras mundiais.

A Corrida da Liberdade é seguramente o maior evento desportivo de Cabo Verde, em termos de desportos individuais, tendo desde a 1ª edição, realizada em 2009, sido abrilhantada com a prestigiosa participação de ilustres figuras nacionais e internacionais ligados ao desporto, política e arte, nomeadamente Eusébio – o Pantera Negra, Pedro Mantoras – Ex-Internacional Angolano e do Benfica, Luís Filipe Vieira – Presidente do SL Benfica, Oceano Cruz – o Luso Cabo-verdiano, Ex Internacional Português, Nuno Delgado – Luso–Cabo-verdiano campeão Olímpico de Judo, Fernanda Ribeiro – Maratonista Campeã Olímpica e da Europa, Rosa Mota, Campeã da Europa, do Mundo e Olímpica, Atletas Senegaleses de renome, o Cantor Nelson Freitas, altas entidades do país e das instituições internacionais e embaixadas acreditadas em Cabo Verde.

Em 2018, o certame comemorou o seu 10º aniversário, tendo homenageado os 160 anos da elevação da Praia à categoria da Cidade. Para prestigiar a data e a Cidade, a corrida contou com a participação de mais de 10 mil pessoas a destacar grandes figuras do desporto internacional, nomeadamente, José Augusto da célebre Seleção Portuguesa que conquistou a medalha de bronze no mundial de 1966, António Simões e Hilário da Conceição.

Outra novidade da 10ª Edição, foi a meia-maratona dos 21 quilómetros, masculina e feminina, que teve a participação dos melhores atletas cabo-verdianos residentes e provenientes da nossa diáspora.

Os prémios monetários, considerados aliciantes, são extensivos às diversas posições e categorias que são complementados com medalhas, troféus, de entre outro reconhecimento aos atletas mais destacados.